Charliton diz que não foi comunicado de desfiliação de Cartaxo: "Decisão inesperada"

Charliton diz que não foi comunicado de desfiliação de Cartaxo: "Decisão inesperada"

O presidente do PT estadual, Charliton Machado, comentou que não foi avisado da decisão do prefeito Luciano Cartaxo de deixar o partido, tampouco o presidente nacional, Ruy Falcão. “foi uma decisão inesperada”.

Machado destacou que Falcão deixou a cargo do diretório estadual a decisão política a respeito da desfiliação do prefeito. “O diretório nacional sabe o momento pelo qual passa o PT e foi com perplexidade. Ele não foi comunicado, nem eu, foi uma decisão inesperada”, afirmou.

O petista também apontou que o partido perdeu a condição de ter o candidato natural e que agora será preciso construir outras alternativas de participação na disputa em 2016. “Cabe ao diretório municipal organizar essa pauta, agenda política e calendário, mas vamos contribuir”, disse.

Sobre quem assume o diretório com a saída de Lucélio, Charliton destacou que o partido tem até 30 dias e que interinamente assume Aparecida Diniz que é a primeira vice presidente e que ela terá o papel de convocar o diretório municipal e fazer a eleição do novo presidente.


A respeito da manutenção da aliança com o PSB, Charliton garantiu que está mantida e que sempre esteve. “Nunca discutimos sair do governo do Estado. Não está na nossa pauta hoje”, concluiu. 

 

 


Marília Domingues