Cerveró repassou documentos que embasavam compra para direção da Petrobras

Cerveró repassou documentos que embasavam compra para direção da Petrobras

O ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, afirmou que encaminhou a direção da empresa, em 2006, toda a documentação para embasar a compra da refinaria de Pasadena, no Texas. Nesta documentação estariam incluídas as duas cláusulas contratuais - Marlim e Put Option. Ele não soube dizer, contudo, se essa documentação completa foi encaminhada ao conselho de administração da estatal presidida pela então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff. "É praxe que toda documentação seja encaminhada ao conselho, mas isso cabe à diretoria, não a mim".
 

Cerveró afirmou ainda que sua exoneração do cargo de diretor financeiro da BR Distribuidora foi uma decisão do conselho de administração da Petrobras e não tem, na opinião dele, nenhuma relação com a compra da refinaria de Pasadena.


Cerveró foi exonerado da BR Distribuidora dez dias depois da presidente Dilma ter soltado uma nota afirmando que aprovara a compra de Pasadena com base em um relatório falho e incompleto. "Se eu tivesse conhecimento das cláusulas (que obrigaram a Petrobras a comprar os outros 50% da refinaria das mãos da Astra Oil) não teria aprovado a operação".

 

Correio Braziliense