Célio Alves desafia o Senador Cássio Cunha Lima; veja o motivo

Célio Alves desafia o Senador Cássio Cunha Lima; veja o motivo
O secretário Executivo de Comunicação, Célio Alves, voltou a alfinetar o senador Cássio Cunha Lima (PSDB).
 
Ele fez um desafio ao tucano para que ele explique o número de homicídios resgitrados no período em que ele governou a Paraíba.
 
“Quando o senador Cássio subirá à tribuna do Senado para explicar à Paraíba e ao Brasil o porquê do crescimento desenfreado de homicídios nos anos em que era governador?”, escreveu.
 

 

A ‘provocação’ dele foi feita depois da divulgação do Mapa da Violência 2014, ocorrida na última quarta-feira, 13, do sociólogo Júlio Jacobo, que analisou os números da violência entre 2002 e 2012. “Se constata a explosão desse tipo de crime durante o governo de Cássio.”, citou Célio.
 
“Em 2002, ano que antecedeu a posse de Cássio como governador, a taxa de homicídios era de 17,4 para cada 100 mil habitantes. No ano em que Cássio deixou o governo, essa taxa estava em 33,7. Praticamente dobrou, ou seja, cresceu quase 100%.”, escreveu logo em seguida.
 
Depois ele afirmou ainda que após o início da gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB), o número de homicídios, caiu.
 
“O estudo aponta ainda que, depois de uma década inteira com crescimento superando o do ano anterior, em 2012 – na gestão de Ricardo Coutinho -, pela primeira vez ocorreu redução do número de homicídios (6,2%). A Paraíba e o Brasil querem ouvir o então governador, hoje senador.”, citou.
 
Essa semana Célio acusou o tucano de ter espalhado boatos sobre a onda de violência em Campina Grande. O senador considerou as declarações como absurdas e disse que estavam zombando da “inteligência da nossa gente”.
 
 
 
 
Do Política Mais Cedo