Cássio mostra que Ricardo cria estatísticas e números da segurança não correspondem aos fatos

Cássio mostra que Ricardo cria estatísticas e números da segurança não correspondem aos fatos

“Ricardo cria um mundo irreal que não é a do povo da Paraíba”. A afirmação é do candidato ao governo do Estado da Coligação A Vontade do Povo, Cássio Cunha Lima (PSDB), constatada durante debate promovido pelo TV Correio, neste domingo (19), entre os dois candidatos concorrentes neste segundo turno das eleições.

 

Em pergunta sobre a maior crise de segurança enfrentada pelo governo do Estado, que colocou em um ranking nefasto a Capital João Pessoa como uma das mais violentas do mundo, Ricardo Coutinho (PSB) tergiversou e disse que as informações eram falsas. Cássio mostrou que o seu adversário mostra número sem nenhum lastro ou base concreta.

 

As Armas que Ricardo disse que adquiriu para a Polícia Militar foram doadas pelo governo de São Paulo. No final de 2013 o Governo do Estado anunciou que estava adquirindo pistolas .40, para equipar a Polícia Militar, na realidade as pistolas foram doadas pelo governador Geraldo Alkimin (PSDB).

 

No seu futuro governo, Cássio disse que vai contratar policiais para colocar o efetivo nas ruas e ainda vai aproveitar o concurso que foi feito, chamar os habilitados e, se for preciso, fazer mais concursos para as Polícias Militar e Civil.

 

E mais: o candidato tucano anunciou que vai fazer monitoramento por câmeras com o Programa Olho Vivo, como também fazer polícia de gestão integrada. "Vamos colocar policiais nas ruas e não reduzir o efetivo, como aconteceu no atual governo por incompetência e ineficiência”