Cássio fala de suas propostas para a segurança pública no debate da Rádio Correio 98 FM com transmissão para todo o estado

Cássio fala de suas propostas para a segurança pública no debate da Rádio Correio 98 FM com transmissão para todo o estado

No último debate eleitoral desta campanha, realizado nesta quarta-feira (1º) na 98 FM (Rede Correio Sat), o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato ao Governo do Estado pela Coligação “A Vontade do Povo” falou de suas propostas para a segurança pública. Dentre elas, aumentar o efetivo das Polícias Civil e Militar, estabelecer a paridade salarial entre os policiais ativos e inativos e fazer um monitoramento por câmeras através do programa Olho Vivo.

Além de realizar novos concursos, Cássio garantiu que vai chamar os 600 aprovados no concurso recentemente feito pelo Governo do Estado e ainda não foram convocados, aumentando assim o efetivo das polícias.

Cássio também vai ter um cuidado especial com os policiais reformados, que perdem até 40% de suas receitas ao se aposentarem. Eleito nas eleições do dia 05 de outubro, o tucano vai fazer a equiparação salarial entre os policiais da ativa e policiais reformados.

Cássio Cunha Lima ainda lembrou que em sua gestão à frente do Governo do Estado, realizou diversos concursos que contribuíram para o aumento do efetivo das polícias. Quando assumiu em 2003, a PM tinha apenas 7.300. Quando deixou o governo, em 2009, o número chegou a 10.500. No entanto, na gestão do governador Ricardo Coutinho, que pleiteia à reeleição, este número caiu para apenas 9.100 policiais.

- Que gestor é esse? Que permite enquanto a população cresce, a criminalidade só aumenta, os efetivos da Polícia Militar e a da Polícia Civil sejam menores? O que nós estamos vendo são delegacias fechadas, Manzuá desativava, mais de seis mil mandados de prisão sem cumprimento e um único presídio sem ser construído – indagou Cássio.

 

Assessoria