Cássio é proibido de usar imagens de presos fazendo campanha para Ricardo

Cássio é proibido de usar imagens de presos fazendo campanha para Ricardo

 O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) acatou pedido de liminar impetrado pela coligação A Força do Trabalho de Ricardo Coutinho (PSB) e proibiu, neste sábado (18), coligação A Povo coligação, de Cássio Cunha Lima (PSDB), de utilizar no guia eleitoral imagens de presidiários fazendo campanha para o socialista.

Os apenados que prestam serviço ao Detran em regime de ressocialização, através do projeto ‘O Trabalho Liberta’ foram exibidos durante a última semana nos programas do PSDB onde o guia acusa a coligação do governador Ricardo Coutinho (PSB) de usar apenados como cabos eleitorais. De acordo a juíza Niliane Meira Leal, no guia tucano “há clara tentativa de criar na opinião pública a impressão distorcida de que a campanha do candidato (Ricardo) estaria sendo conduzida por pessoas perigosas”.

Ainda em seu despacho, a juíza Niliane Meira estipulou multa de R$10 mil por programa veiculado pela campanha do PSDB, em caso de descumprimento de sua decisão.

MaisPB com Assessoria