Cássio descarta definitivamente aliança dos tucanos com o PT do prefeito Cartaxo. 'É incompatível', diz

Cássio descarta definitivamente aliança dos tucanos com o PT do prefeito Cartaxo. 'É incompatível', diz

A conjuntura nacional não permite a aliança dos tucanos com o PT. A observação foi feita pelo senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado, que concedeu entrevista nesta sexta-feira (10) a uma emissora de rádio da Capital, tendo anunciando que o partido vai ter candidatura própria nas eleições do principal colégio eleitoral do Estado.

“A conjuntura nacional não permite essa aliança”, destacou o senador Cássio quando instado a falar a respeito da possibilidade de união do seu partido com o PT nas eleições para a prefeitura de João Pessoa, quando considerou de “impossível” qualquer entendimento do seu partido com os petistas de João Pessoa.

Cássio anunciou que o PSDB concorrerá as eleições da Capital com candidatura própria. Porém, não citou os nomes que estarão sendo submetidos a avaliação da legenda. “No momento certo o assunto estará sendo debatido”, disse. No entanto, não revelou se ainda este ano.

Ainda na mesma entrevista, Cássio discorreu sobre o cenário nacional, a defesa do impeachment da presidente Dilma Rousseff e, ainda, a repercussão da AIJE – Ação de Investigação Judicial Eleitoral, que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB) na demanda de autoria do PSDB.

Nos bastidores do ninho tucano há comentários do desejo lançamento do nome do ex-senador Cícero Lucena, nome do PSDB para disputar a prefeitura da Capital. Cássio não discorreu sobre o assunto, pois prefere manter ainda sob sigilo entendimentos já mantidos anteriormente.

 

Marcone Ferreira