Cássio defende Ronaldinho como vice de Romero e cria racha entre aliados

Cássio defende Ronaldinho como vice de Romero e cria racha entre aliados
 O senador Cássio Cunha Lima  declarou que vai defender a manutenção da chapa Romero Rodrigues e Ronaldo Cunha Lima Filho, ambos do PSDB, para a disputa pela reeleição na Rainha da Borborema.
 
"Eu vou pela máxima que diz: 'em time que está ganhando não se mexe' e vamos defender a manutenção da chapa Romero Rodrigues e Ronaldo Cunha Lima Filho".
 
Essa declaração caiu como uma bomba no colo de vários políticos que sonham com a quebra, em 2016, da chapa puro sangue que elegeu Romero em 2012 para governar Campina. Uma das maiores prejudicadas pode ser Ivonete Ludgério (PSD) que era uma das cotadas para ocupar o lugar de Ronaldinho e abrir espaço para uma nova legenda comandar a cidade, em caso de licença do titular.

Ivonete é vereadora da base governista na Câmara e esposa do deputado campeão de votos em 2014, Manoel Ludgério (PSD). O reforço do PSD à chapa poderia alavancar mais votos que talvez uma chapa puro sangue. No entanto, membros do próprio PSDB também pleiteiam essa vaga de Ronaldinho, como o deputado Tovar Correia Lima (PSDB).

 
Essa declaração de Cássio colocou água no chopp dos aliados, mas pode forçar mudanças de lado e de apoios que podem contribuir para que outros nomes possam coligar com as oposições. Até o momento não se sabe como os aliados vão reagir a essa atitude, sem conversa, de Cássio.
 
 
 
Paraíba.com.br