Cássio crê em apoio do PMDB e quer unir oposição na Paraíba

Cássio crê em apoio do PMDB e quer unir oposição na Paraíba
Candidato do PSDB ao governo do estado, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) disse na tarde desta segunda-feira (6), durante coletiva na Associação Paraibana de Imprensa, que acredita na possibilidade de contar com o apoio do PMDB neste segundo turno.

Para o tucano, a presença de Michel Temer (PMDB) como candidato a vice-presidente de Dilma Rousseff (PT) não é empecilho para que o PMDB possa agregar forças na sua eleição. O PT e PSDB protagonizam a disputa pela presidência da República. “Não vejo como verticalizar as eleições, da mesma forma que aliados de Dilma votam em mim, aliados do meu adversário votam em Aécio”, disse Cássio.

Pregando a união das oposições, Cunha Lima ainda disse que lutou contra a máquina administrativa, que segundo o candidato foi usada no pleito e demonstrou otimismo. "Mas vencemos no primeiro turno e vencermos no segundo, pela soberania do povo paraibano". Ele revelou que já tentou contato com todos os candidatos que não passaram para o segundo turno. 

"O PMDB é um a legenda importante, claro que quero o apoio. Vamos conversar sim com o PMDB, mas esta é uma decisão que não me cabe e sim a autonomia do PMDB. Também vou buscar, além dos partidos da oposição, legendas que votaram em Ricardo no primeiro turno", disse.

MaisPB