Cássio aposta na candidatura de Alckmin, mas prevê Lula no segundo turno

Cássio aposta na candidatura de Alckmin, mas prevê Lula no segundo turno

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) defendeu nesta segunda-feira (11) a candidatura de, Geraldo Alckmin, à presidência da República. Cássio reconhece que governador de São Paulo  não é um político carismático, mas reúne condições necessárias para trazer estabilidade e segurança que o Brasil precisa.

O vice-líder do Senado também condenou os governos do PT. De acordo com Cássio, foi montada uma quadrilha para tomar conta do Brasil. “Quem defende o pobre não rouba o pobre”, disparou o tucano em entrevista ao programa Rádio Verdade, da Arapuan.  Para o ex-governador da Paraíba, o que o PT fez foi tentar criar um projeto para se perpetuar no poder.

Apesar de tudo, Cássio Cunha Lima reconhece a liderança política do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e tem quase a certeza que se o petista de disputar o Palácio do Planalto nas eleições de 2018 tem vaga assegurada em provável segundo turno nas eleições presidenciais.

Cássio lembra, no entanto, que a candidatura do ex-presidente precisa de uma definição da Justiça.

Ainda segundo o senador tucano, o PT é um partido de um único nome, diferentemente de PSDB. “Temos Alckmin, João Dória e outros. Se tirar Lula  quem o PT tem?, indagou  Cássio  ao reafirmar que o PSDB não é um partido de um nome só.

O cacique paraibano do PSDB acredita que as eleições do ano que vem  não vai entusiasmar o eleitor e quem vai decidir o pleito é o eleitorado que acredita ser possível  um Brasil decente. 

 

Click PB