Cássio acusa governo de mergulhar UEPB em crise financeira

Cássio acusa governo de mergulhar UEPB em crise financeira

O senador Cássio Cunha Lima, candidato a governador pela coligação ‘A Vontade do Povo’, acusou a atual gestão do governo do Estado de mergulhar a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) na primeira crise, após Insitituição garantir sua autonomia financeira.

De acordo com o tucano, o atual governo ignorou por completa a autonomia da instituição ao adotar medidas que implicam na redução dos recursos repassados à universidade.

“A redução dos recursos levou a instituição a reduzir suas atividades, com implicações até no custeio; a defasagem salarial vem desestimulando os docentes e funcionários, por conta da intervenção do governo na política salarial da UEPB”, disse Cássio.

Cássio lamentou a situação vivida pela UEPB e disse que por conta desta situação, a Reitoria suspendeu eventos, diárias, antecipação de 1/3 de férias e de parcela do 13º salário, realização de licitações, bem como concessão e pagamento de pró-labore.

MaisPB com assessoria