Caso Gervasinho: Trócolli deixar o PMDB caso não seja resolvida a situação do diretório em JP

Caso Gervasinho: Trócolli deixar o PMDB caso não seja resolvida a situação do diretório em JP

O deputado estadual Trócolli Júnior ameaçou deixar o PMDB caso o partido não resolva a situação do diretório municipal em João Pessoa.  O parlamentar defende que a vaga de presidente deve ser ocupada pelo colega Gervásio Maia Filho conforme acordo decidido e firmado pela Executiva Estadual há mais de dois anos sem a necessidade de novas eleições. “Se isso não acontecer eu também posso tomar o mesmo destino do meu colega”, disse Trócolli ao se referir às declarações de Gervasinho que ameaçou deixar o partido o que poderia  não acontecer devido a fidelidade partidária.

O parlamentar, que foi o entrevistado do Programa Rádio Verdade do Sistema Arapuan,  defende que essa situação seja resolvida em um clima de muita paz e harmonia “para que o PMDB continue crescendo e se tornando uma legenda cada vez mais forte e pronta para disputar os grandes embates do cenário político local e nacional”, completou.

O deputado afirmou que tem agido como bombeiro no partido e que espera que o ‘incêndio’ deva ser apagado até o dia 30, data para a realização da convenção do partido. Para Trócolli, o deputado Gervásio Maia é uma figura ‘exponencial’ no partido e tem serviço prestado, além de sempre ter estado no PMDB. “Tenho me preocupado, mas tenho agido como bombeiro nessa situação toda, Gervásio merece respeito do nosso partido e sou amigo de todos no partido”, afirmou.

 

Apesar de defender o acordo com Gervásio, o deputado afirmou que tem muitas homenagens pela correção que Manoel Júnior teve com ele e garantiu que está trabalhando para apagar o mais urgente "esse incêndio". "Tive ontem com José Maranhão, Manoel Júnior, Hugo Motta... vamos trabalhar para até o dia 30 conseguir resolver essa situação", afirmou.

 

 

 

 

Paulo Cosme