Casal é preso após manter a filha pequena de ‘castigo’ em jaula por 3 semanas

Casal é preso após manter a filha pequena de ‘castigo’ em jaula por 3 semanas

Os pais de uma menina de 7 anos foram presos após mantê-la de castigo presa dentro de uma jaula por 3 semanas, no quintal de casa, em Wyoming, nos Estados Unidos. Na sessão preliminar de julgamento, Jena Harman, mãe da pequena, e seu companheiro, Alexander Smith, foram acusados de maus-tratos e podem ser condenados até 20 anos de prisão cada um. As informações são do jornal The Mirror.

De acordo com a polícia, os pais da menina, cujo nome não foi divulgado, deixaram-na trancada numa pequena jaula feita de arame e madeira. Ela também usava uma espécie de “coleira”, amarrada a uma corrente de metal, para não correr o risco de escapar. A punição seria um castigo imposto à pequena. Os investigadores disseram ainda que ela tinha acesso a roupas, livros, uma escova de dentes e creme dental, e usava um balde como privada.

O abuso não parava aí. A filha do casal ainda era obrigada a dormir na gaiola, mesmo em dias de chuva, e só era alimentada uma vez ao dia. Ela também era vítima de espancamentos. Eventualmente, a garota podia entrar em casa para dormir no sofá e usar o banheiro.

Um dia, depois de o pai sair de casa, Jena resolveu libertar a filha, após 3 semanas de “castigo”. Eles foram presos dias depois, no último dia 24, após uma denúncia anônima. Smith contou à polícia que mantinha a filha num “cercadinho” porque ela “fazia constantemente coisas ruins”. A pena do casal deve ser anunciada nos próximos dias.


 
 

Extra Online