Caruaru anula pagamento a Safadão e cantor não poderá fazer doação

Caruaru anula pagamento a Safadão e cantor não poderá fazer doação

A novela em que se tornou o pagamento do show de São João do cantor Wesley Safadão, em Caruaru, no último dia 25, parece que não tem fim.

Com a polêmica na sua apresentação de sábado o artista revelou que estaria doando todo cachê para instituições de caridade sediadas em Caruaru. Mas ontem, o site da Fundação de Cultura de Caruaru informava que o empenho de R$ 575 mil foi cancelado.

Isso quer dizer que, a menos que a Prefeitura de Caruaru faça um novo empenho e pague ao artista, ele não poderá fazer a doação, pois não recebeu o pagamento. Tecnicamente isso é fácil, já que o empenho não é garantia de pagamento, embora nenhum pagamento com dinheiro público não possa ser feito sem que haja primeiro o empenho e, a seguir, o pagamento.

Na noite de sábado, Wesley Safadão disse aos presentes que o seu prazer era se apresentar em Caruaru e que por isso estava abrindo mão do cachê. Segundo o Portal da Transparência da Prefeitura o empenho nº 462 relativo à apresentação artística do cantor Wesley Safadão, no dia 25 de junho de 2016, no palco principal do Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga, no São João de 2016, no valor de R$ 575 mil foi cancelado.

Com esse ato administrativo, o cantor não poderá fazer sua doação, uma vez que não recebeu o dinheiro da Prefeitura. A Prefeitura não explicou o motivo de ter feito o cancelamento.

A polêmica aconteceu por conta da diferença de cachê pago para o show em Caruaru e o de Campina Grande, na Paraíba. Enquanto na capital do Forró o valor foi de R$ 575 mil, o mesmo show em Campina Grande saiu por R$ 195 mil.

 

 

 

 

 

Jornal do Commercio
Fernando Castilho