Carteiros rejeitam proposta, mas decidem não paralisar atividades

Carteiros rejeitam proposta, mas decidem não paralisar atividades

O Sindicatos dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos da Paraíba se reuniu na noite dessa quarta-feira (14), em João Pessoa, para deliberar sobre a possibilidade de deflagar greve por tempo indeterminado, mas decidiu que os carteiros não irão paralisar os trabalhos.

De acordo com o presidente da entidade Husman Tavares, o Correios enviou uma proposta de aumento salarial de 9%, sendo 6% agora e os outros 3% em fevereiro, que foi rejeitada.

Porém, empresa se comprometeu a atender outras reivindicações da categoria, que é de aumentar o efetivo de pessoal e reforçar as segurança nas agências.

Por isso, os associados ao SINTEC-PB decidiram não para as atividades, mas mantiveram o estado de greve, podendo convocar uma assembleia a qualquer momento para dar início à paralisação, caso as promessas não sejam atendidas.

 

 

Wallison Bezerra – MaisPB