Cartaxo reclama de instalação do TCM e pede ‘responsabilidade com o dinheiro público’

Cartaxo reclama de instalação do TCM e pede ‘responsabilidade com o dinheiro público’

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), criticou a possibilidade de instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pelo governo do Estado e reclamou: “Acho absurdo virar pauta principal no estado da Paraíba”.

Em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta sexta-feira (27), o prefeito de João Pessoa não deixou de alfinetar a possível criação do TCM, ele assumiu o discurso do deputado estadual, Tovar Correia (PSDB), de que o governo não pode investir R$ 80 milhões em ano de crise para criar o TCM e defendeu que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) está “dando conta do recado”.

Cartaxo afirmou que quem quiser fazer críticas (ao TCE) que faça, pois é natural, mas está cumprindo o seu papel, mas em ano de crise ficarem brincando de criar TCM. “Eu acho absurdo isso virar pauta principal no Estado da Paraíba, é preciso claramente ter responsabilidade com o dinheiro público, responsabilidade principal que esse momento exige de todos nós”

O prefeito porém desconversou a respeito do posicionamento do presidente da Câmara dos Vereadores, Durval Ferreira (PP), que teria dito que se tivesse uma vaga para a Câmara no TCM, a criação seria ‘aceitável’: “Não vi essa declaração e acho inoportuna”, disse. 

 

 


Marília Domingues / Fernando Braz