Cartaxo afirma que no PT não teria a garantia de concorrer à reeleição por causa da influência do PSB

Cartaxo afirma que no PT não teria a garantia de concorrer à reeleição por causa da influência do PSB

Aos pouquinhos, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) revela os motivos que o levaram a pedir desfiliação do PT. Nesta segunda-feira (26) falou da influência do PSB do governador Ricardo Coutinho no seu ex-partido, citando que “quase” foi impedido de disputar a eleição em 2012. Ele adiantou que viu, de forma cristalina, a possibilidade de impedimento no pleito do próximo ano.

Adiantou: “O PSB sempre teve seus braços dentro do PT, sempre teve seus aliados, tanto é verdade que em 2012 a discussão era se tinha candidatura própria ou se apoiava o PSB. Esse processo sempre aconteceu, o PSB sempre influenciou, então não tínhamos garantia de que tudo isso não ia voltar a acontecer”, afirmou.

Disse que não gostaria de ver seu projeto político interrompido: “Em 2016, nós não gostaríamos de passar novamente por esse processo desgastante, desnecessário, então avaliamos o cenário com coragem, com altivez, pensamos no povo e na cidade e esse foi peso para deixarmos o PT”, disse.

Para justificar o seu ponto de vista, Cartaxo citou como exemplo o caso do ex-prefeito Luciano Agra, que foi impedido de concorrer à reeleição.

 

 

 

 

Paraíba.com.br