Candidatos são presos tentando fraudar concurso da UFPB

Candidatos são presos tentando fraudar concurso da UFPB

O presidente da comissão organizadora do concurso público da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Deivysson Pereira (foto), revelou, na manhã desta segunda-feira (14), que alguns candidatos tentaram fraudar as provas para o cargo técnico-administrativo, aplicadas na tarde de ontem, através de rádios transmissores em cartão de crédito.

Os fraudadores foram presos pela Polícia Federal, mas não tiveram os nomes revelados. A quantidade de presos também não foi informado.

O concurso prevê o preenchimento de 154 vagas para 37 cargos para os campi de João Pessoa, Bananeiras, Areia, Mamanguape e Rio Tinto. As remunerações variam de R$ 1.739,04 a R$ 2.666,54.

Segundo a comissão organizadora, cerca de 22% dos 87.500 candidatos inscritos faltaram às provas. O número oficial de faltosos foi 19.335 candidatos.

 

 

 

MaisPB