Candidato é reprovado em teste de escolaridade e tem registro impugnado

Candidato é reprovado em teste de escolaridade e tem registro impugnado

A Justiça Eleitoral indeferiu o registro de candidatura de Gilvan Morais (PSD) candidato a vice-prefeito na Coligação Forte é o Povo em São José do Sabugi, no Sertão paraibano.

De acordo com o juiz Rossini Amorim Bastos, da 26ª Zona eleitoral, e autor da sentença, Gilvan Morais foi reprovado no teste de escolaridade.

 O resultado da prova oral e escrita, foi considerado insatisfatório, pelo juiz.

Segundo o juiz, Gilvan Morais escreveu uma declaração e se disse 'alfabesado'. O candidato também foi submetido a teste de leitura  e  trocou as palavras 'homem' por 'governo' e 'sofrido' por 'surpreendido'. Os mesmos erros foram cometidos na releitura, uma espécie de prova de recuperação.

O juiz Rossini Amorim então decidiu pelo indeferimento da candidatura de Gilvan Morais.

A candidata da coligação, Karine Kely Cabral Alves está em conformidade com a Justiça Eleitoral, mas a chapa está impugnada até a possível substituição do candidato a vice-prefeito ou até julgamento do recurso.

 

 

Click PB