Candidato a prefeito de Santo André morre; filho deve substituir

Candidato a prefeito de Santo André morre; filho deve substituir

O candidato a prefeito de Santo André, o ex-prefeito Petrônio Medeiros (PR), 71 anos, morreu, nesta terça-feira (27), na sua residência, após passar mal e em seguida veio a óbito.

Petrônio já estava com uma saúde bastante debilitada. Ele era viúvo e deixa três filhos, sendo duas mulheres e um homem, além de três netos.

O filho do candidato, Petrônio Medeiros Filho, deverá substituir o pai na eleição desta semana.

O corpo foi removido para Campina Grande e em seguida trazido para sua residência, no centro de Santo André. O sepultamento de Petrônio Medeiros está previsto para esta quarta-feira, às 5 da tarde, no cemitério Sagrado Coração de Jesus.

Petrônio foi prefeito de Gurjão por oito anos, momento em que Santo André ainda era distrito da cidade. Quando Santo André se emancipou politicamente, Petrônio transferiu seu domicílio e se candidatou a prefeito no ano de 2000, mas não obteve êxito, perdendo o pleito para o médico, Dr Marinho.

O ex-gestor se candidatou este ano após um rompimento político com seu irmão, o ex-prefeito Doutor Lonza, que até pouco tempo era candidato e desistiu da postulação colocando seu filho, Omar Medeiros.

A Prefeitura Municipal de Santo André decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-prefeito Petrônio Medeiros.

 

 

MaisPB com De Olho no Cariri