Campos diverge de aliado de Marina e pode apoiar candidato de Aécio

Campos diverge de aliado de Marina e pode apoiar candidato de Aécio

O presidenciável do PSB, Eduardo Campos, divergiu nesta segunda-feira do ambientalista Apolo Henringer, porta-voz da Rede em Minas Gerais e principal aliado no estado de Marina Silva, vice de Campos. A questão de divergência entre eles atinge a candidatura de Henringer para governador do segundo maior colégio eleitoral país.

Enquanto Campos defende abrir mão do palanque para apoiar o candidato do senador e também presidenciável, Aécio Neves (PSDB), o ex-ministro Pimenta da Veiga, Henringer critica a aliança do PSB com os tucanos e reafirma que vai levar sua pré-candidatura até a convenção do partido.

— Se ele (Eduardo Campos) tem projeto diferente do Aécio, ele deveria defender candidatura própria em Minas. A Rede não aceita aliança com o PSDB. Não tenho nada contra o Aécio, mas a aliança PSB-Rede tem projetos distintos e o Pimenta da Veiga não decolou — afirmou o ambientalista.

O Globo