Campinense joga melhor, mas só empata com Cruzeiro

Campinense joga melhor, mas só empata com Cruzeiro

Nada de gols no duelo entre as Raposas. Nesta quarta-feira, Campinense e Cruzeiro – clubes que atendem pela mesma alcunha – estrearam na Copa do Brasil com um empate em 0 a 0, no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Com o resultado, a decisão ficou para a próxima quarta-feira. Os clubes voltarão a se enfrentar no Estádio Mineirão, às 21h45. Um novo empate sem gols leva o confronto para a disputa de pênaltis. Uma igualdade com gols classifica o Campinense para a próxima fase da Copa do Brasil.

O primeiro tempo foi de pouquíssimas emoções na primeira etapa. A posse de bola do Cruzeiro mostrou-se inútil, já que os zagueiros Bruno Rodrigo e Léo foram os jogadores que mais trocaram passes. Em noite pouco inspirada, os meias nada criaram. Rafael Silva, desviando cruzamento que veio da direita, foi o único a exigir algum trabalho do goleiro Gledson, do Campinense.

Vindo de uma dura classificação para a final da Copa do Nordeste – vitória nos pênaltis sobre o Sport, no domingo -, o Campinense atuou com uma equipe mista. Em dois chutes de fora, o meia Magno foi o único a assustar o goleiro Fábio. Uma finalização bateu na trave, outro saiu rente ao travessão.

Os primeiros 60 segundos da etapa final já tiveram mais emoção que os primeiros 45 minutos. Léo foi atrasar para Fábio e se enrolou todo. O zagueiro foi obrigado a cometer falta em Adalgiso Pitbull e foi expulso. Na cobrança, Filipe Ramon tirou tinta da trave direita de Fábio.

Com as entradas de Roger Gaúcho e Raul, o time mandante ficou mais ofensivo e cresceu na partida. Ao mesmo tempo, o Cruzeiro passou a ter mais espaço para o contra-atacar. Alisson arrancou pela esquerda e cruzou para Lucas Romero, que, de dentro da área, acertou a trave direita de Gledson.

Elber também deu boas arrancadas e deu trabalho para o zagueiro Tiago Sala. Na melhor chance dos mineiros, o meia-atacante ficou cara a cara com Gledson, que fez grande defesa e impediu a vitória do Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA
CAMPINENSE 0 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande (PB)
Data-hora: 20/4/2016, às 21h45
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Carlos Nogueira Augusto Júnior (SP) e Marlos Rafael Gomes (PE)

Cartões amarelos: Magno (CAM); Lucas Romero (CRU).
Cartão vermelho: Léo (CRU)

Gols: Não houve.

CAMPINENSE: Gledson; Everaldo, Jairo, Tiago Sala e Danilo; Magno, Renatinho (Raul, 14’/2ºT), Filipe Ramon (Fernando Pires, 28’/2ºT) e Jussimar; Adalgiso Pitbull e Bruno Corrêa (Roger Gaúcho, Intervalo) – Técnico: Francisco Diá.

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Léo, Bruno Rodrigo e Fabrício; Henrique, Lucas Romero e Ariel Cabral; Élber (Douglas Coutinho, 43’/2ºT), Alisson (Allano, 34’/2ºT) e Rafael Silva (Bruno Viana, 3’/2ºT) – Técnico: Deivid.

 

 

 

 

 

 

 

MaisPB com Lance!NET