Campinense joga melhor, mas leva gol no último minuto e perde

Campinense joga melhor, mas leva gol no último minuto e perde

O Santa Cruz abriu vantagem na decisão da Copa do Nordeste. A equipe coral recebeu o Campinense nesta quarta-feira, no estádio Arruda, pelo primeiro jogo da grande final do torneio, e conseguiu a vitória por 2 a 1, marcando no último minuto de jogo.

O Campinense fez um primeiro tempo melhor, mas saiu atrás do placar, em gol marcado por Grafite. Porém, na segunda etapa o cenário se inverteu e a Raposa conseguiu o empate com Tiago Sala em um momento melhor da equipe coral. Coube a Bruno Moraes, no último minuto de jogo, mandar a bola para a rede e decretar a vitória do Tricolor Pernambucano.

Apesar da derrota, o Campinense não terá uma situação extremamente difícil para reverter, já que uma vitória simples por 1 a 0 dá o título à equipe de Campina Grande. Já o Santa Cruz pode jogar pelo empate ou por uma derrota por um gol com placares cheios. A repetição do resultado leva a partida para os pênaltis.

O jogo decisivo da Copa do Nordeste está marcado para o próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Amigão.

O jogo – Apesar de jogar fora de casa, o Campinense começou o duelo melhor, pressionando o Santa Cruz e criando as melhores chances. Porém, a cena mais inusitada no início de partida foi a lesão do árbitro Arilson Bispo da Anunciação. O juiz sentiu uma contusão na panturrilha aos 15 minutos e teve que ser substituído pelo quarto árbitro, Nielson Nogueira Dias.

O Santa Cruz criou poucas chances de gol na etapa inicial. No entanto, quando teve uma boa oportunidade, foi efetivo. Aos 29 minutos, Grafite se aproveitou de falha do goleiro Glédson, após cobrança de escanteio, e mandou de cabeça para abrir o placar para a equipe coral.

Após sair atrás no placar, a Raposa foi para cima e criou duas boas chances. Na primeira, aos 33 minutos, Felipe Ramon soltou uma bomba e viu a bola passar muito perto do gol. Já na segunda oportunidade, aos 41, o Campinense balançou a rede com Tiago Sala, porém, o árbitro marcou impedimento do zagueiro. Com isso, o Santa Cruz terminou o primeiro tempo em vantagem.

No segundo tempo, o cenário foi diferente, já que o Tricolor Pernambucano passou a criar as melhores chances. Aos seis, Arthur cabeceou e obrigou Glédson a fazer uma grande defesa. Já aos 10, o goleiro não foi bem na saída da meta e quase viu Leandro Sobral fazer um gol contra, com a bola chegando a tocar a trave.

O Santa Cruz chegou a ter outra ótima chance aos 14 minutos, com Lelê finalizando para ótima defesa de Glédson, mas foi o Campinense que conseguiu chegar ao gol. Tiago Sala aproveitou cruzamento, aos 26, e completou para a rede para deixar tudo igual.

A partida já se encaminhava para o final com o empate no placar. No entanto, o Santa Cruz foi insistente e conseguiu buscar a vitória aos 47 minutos do segundo tempo. Raniel cruzou rasteiro, a bola passou por dois jogadores e sobrou para Bruno Moraes, que finalizou para balançar as redes e dar números finais à partida.

 

 

 

 

 

MaisPB com Gazeta Esportiva