Campinense fatura bicampeonato do Paraibano

Campinense fatura bicampeonato do Paraibano

A vitória do Botafogo-PB por 1 a 0, na noite dessa quarta-feira (15), no estádio Amigão, não tirou o bicampeonato paraibano do Campinense. Vencedor do primeiro jogo no Almeidão, por 3 a 2, e dono da melhor campanha geral, o rubro-negro levantou a taça de campeão pela vigésima vez em sua história.

A partida fez jus à expectativa criada para a decisão, com os dois times buscando o gol a todo instante. Antes de Danielzinho abrir o placar, aos 19 minutos do primeiro tempo, Pedro Castro já assustara Gledson em um chute perigoso da entrada da área. O gol do Belo nasceu com Jefferson Recife, que ganhou de Negretti e cruzou milimetricamente para o camisa 11 finalizar forte e no contrapé de Gledson.

As boas investidas do Campinense se deram quase sempre com Adagilso Pitbull. Foi de Raul, no entanto, a melhor oportunidade, depois de Djavan falhar bisonhamente com a bola. O atacante rubro-negro antecipou ao lance e mandou por cima.

Em um ritmo menos frenético, o segundo tempo só esquentou mesmo aos 26 minutos, quando o técnico Francisco Diá segurou a bola para retardar a cobrança de um arremesso lateral do Botafogo-PB. O lateral Ângelo foi tentar buscar a bola e derrubou Diá, que caiu de costas no chão. Os jogadores dos dois times se estranharem e a Polícia Militar precisou entrar no gramado. Foram cenas lamentáveis e seis minutos de paralisação.

Quatro expulsões, sendo duas para cada lado, deram o saldo da confusão. Fernando Pires e Danilo pela Raposa, enquanto Danielzinho e Marcelo Xavier pelo Belo.

Apesar dos espaços ampliados, nenhuma outra grande chance de perigo foi criada.

De amargo na festa raposeira somente a quebra da invencibilidade que não permitiu o Campinense conquistar seu primeiro título invicto na história.

Ficha técnica

Campinense 0 x 1 Botafogo-PB
Competição: Campeonato Paraibano 2016 – 2º jogo das finais
Estádio: Amigão (Campina Grande)
Arbitragem: Pablo Alves
Auxílios: Luís Felipe, Sousa Júnior
Gols: Danielzinho (B), 19′ 1T

Campinense: Glédson, Negretti, Joécio, Tiago Sala e Danilo; Fernando Pires, Magno, Filipe Ramon (Chapinha) e Roger Gaúcho; Raul (Regimaldo Júnior) e Adalgiso Pitbull. Técnico: Francisco Diá.

Botafogo-PB: Michel Alves, João Paulo, Plínio, Marcelo Xavier e Jefferson Recife; Djavan, Val (Magno Alves), Pedro Castro (Ângelo) e Marcinho; Danielzinho e Muller Fernandes (Warley). Técnico: Itamar Schulle.

 

 

 

 

MaisPB