Camila promete ir à Justiça contra instalação do TCM

Camila promete ir à Justiça contra instalação do TCM
Depois de uma sessão bastante movimentada da Assembleia Legislativa no dia de hoje, a deputada estadual Camila Toscano (PSDB) divulgou no início da tarde uma declaração de voto, por escrito, direcionada à presidência da Casa Epitácio Pessoa. No documento, recebido pelo secretário legislativo, Washington Rocha, a parlamentar registra seu voto contra o requerimento apresentado hoje pela maioria governista e que solicita o envio de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) pelo Governador prevendo a instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).
 
Camila informa ainda que o Estado tem outras prioridades e promete recorrer à Justiça para impedir o que chamou de "aberração", referindo-se à implantação do TCM. A deputada alega que a população não quer o novo órgão e acrescenta: "Somos contrários a criação do TCM, pois ele gerará gastos desnecessários aos cofres público e, além disso, temos um Tribunal de Contas do Estado que cumpre muito bem a missão de analisar e fazer o controle externo dos 223 municípios paraibanos".
 
A parlamentar sugere que haja um debate amplo sobre o tema: "Defendemos que o povo paraibano seja ouvido e decida se quer ou não essa estrutura que tem a única missão de abrigar aliados políticos do governador. Temos que saber se a população prefere mais investimentos em ações de segurança hídrica, segurança pública, saúde e educação".
 
Tovar também é contra - Outro a se pronunciar através de sua assessoria foi o deputado Tovar Correia Lima (PSDB). Ele também divulgou uma declaração de voto contrário à instalação do TCM e acusou ter havido uma manobra para aprovar o requerimento na manhã de hoje.
 
 
 
Parlamento pb