Câmara Federal rejeita financiamento exclusivamente público de campanhas

Câmara Federal rejeita financiamento exclusivamente público de campanhas

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, por 343 votos a 56 e 58 abstenções, emenda do deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ) à proposta da reforma política (PEC 182/07) que previa o financiamento exclusivo de campanhas com recursos públicos.

Está em debate, no momento, emenda do deputado Celso Russomanno (PRB-SP), que prevê o financiamento privado de campanhas com doações de pessoas físicas e jurídicas para os partidos políticos e com doações de pessoas físicas para candidatos.

Segundo a emenda, os limites máximos de arrecadação e os gastos de recursos para cada cargo eletivo deverão ser definidos em lei.

 

 

 


Assessoria