Caio rebate acusações de traição: “Meus pais sabem que votei em Galdino”

Caio rebate acusações de traição: “Meus pais sabem que votei em Galdino”

O deputado Caio Roberto (PR) rebateu, nesta terça-feira (03), as insinuações de que seria um dos traidores  do deputado Adriano Galdino (PSB) na eleição para presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). “Minha mãe tem consciência do meu voto, meu pai esteve com Adriano durante todo o processo. Enfim, tudo foi acordado, transcorreu com a maior naturalidade. É uma pena que tenha se ventilado isto”, ratificou.

Caio lembrou que se indispôs com o grupo da oposição, do qual faz parte, para apoiar a Adriano Galdino e fica triste por ser taxado de traidor.

“De certa forma recebo com um pouco de tristeza estas especulações. Mas, é natural que se ventile isto, porque sou da posição, mas cada um faça seu juízo de valor. Tenho consciência daquilo que fiz, dormi muito bem de domingo para cá. Tenho plena confiança do meu voto e o presidente Adriano e Gervásio também”, afirmou.

“Agora, o voto é secreto, pode ter sido qualquer um dos 20 deputados. Se ventilaram meu nome, infelizmente cada um fala o que quer”, acrescentou.

A polêmica em torno dos possíveis traidores a candidatura de Galdino começou na tarde do último domingo (01), quando foi apurado os votos e o socialista eleito presidente da ALPB com apenas 19 votos, uma vez que tinha uma lista de apoio ao seu nome com 21 assinaturas.

O Portal MaisPB está entrevistando os 21 parlamentares que assinaram a lista para tentar identificar os dois parlamentares que não votaram em Galdino.

 

 

 

Cristiano Teixeira – MaisPB