Càssio garante que PSDB não abrirá mão de sua representação nas comissões

Càssio garante que PSDB não abrirá mão de sua representação nas comissões
O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), afirmou nesta terça-feira (10) que já tem 23 das 27 assinaturas necessárias para instalar uma comissão parlamentar de inquérito sobre a Petrobras. Cássio espera que o PSB, com uma bancada de seis senadores, também apoie a investigação.

“É importante que tenhamos o número de assinaturas necessárias para responder à sociedade, que deseja essa investigação da forma mais ampla possível”, disse Cássio.

Ao comentar a formação das comissões permanentes do Senado, Cássio Cunha Lima voltou a cobrar respeito à proporcionalidade na escolha dos presidentes. Por esse critério, explicou, o PSDB teria direito à quarta escolha.

“Estamos aguardando a posição oficial da Presidência do Senado, que até agora não nos comunicou formalmente sobre quais serão os critérios para ocupação das comissões. Mas o PSDB, como todos os partidos aqui representados, não abrirá mão de sua representação”, disse.

Cássio espera que não se repita o episódio que culminou na ausência do PSDB e do PSB da Mesa do Senado.

“As oposições estão em vigília e não têm espaço para diálogo diante da postura intransigente e autoritária que o presidente Renan teve em deliberadamente excluir as oposições da mesa para cumprir seus compromissos eleitorais”, sustentou.

 
 
 

Assessoria