Briga para indicar vice de Cartaxo leva o PMDB a peitar PSDB, que convidou Cícero pra se filiar que pode ir junto com a esposa e os todos os vereadores tucanos.

Briga para indicar vice de Cartaxo leva o PMDB a peitar PSDB, que convidou Cícero pra se filiar que pode ir junto com a esposa e os todos os vereadores tucanos.
 Duas movimentações de pedras no tabuleiro do xadrez político da sucessão na Capital revelaram que a disputa entre PSDB e PMDB para indicar o vice de Cartaxo existe e anda mais acirrada do que se possa imaginar e tem pena de tucano voando pra todo lado.
 
Ato 1: Lauremília, Marcos Vinícius [atual secretário municipal de Comunicação] e Elisa Virgínia foram ao encontro do presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, levar a decisão de que se não for o diretório municipal da legenda o fio condutor da articulação que indicou a esposa de Cícero como vice na provável aliança entre PSDB e PSD, todos saem do partido e entram noutro. Ruy, que sonha com a vaga de vice, e quer atropelar o diretório municipal, disse que vai levar o pleito a Cássio e já ameaçou, nas entrelinhas, levar a pressão para a nacional resolver.
 
Ato 2: Do nada, Maranhão chama Gilvan, Ricardo Marcelo e Cícero Lucena para almoçar e entre uma garfada e outra nas asas de uma codorna recheada, fez o convite para o ex-prefeito, a esposa e os insatisfeitos que estão sendo cozinhados por Ruy se filiarem ao PMDB e, obviamente, selarem uma aliança com o prefeito sob as benção do PMDB.
 
Um passarinho que chorava no velório da codorna que Maranhão degustava me disse que Gilvan Freire falava para as mesas vizinhas ouvirem que era um encontro casual e a pauta não era política, mas devemos entender tudo ao contrário.
 
Maranhão quer sim a vice de Cartaxo para o PMDB e a entrada de Cícero no partido mataria dois coelhos com uma só cajadada. Ele se livraria da candidatura de Manoel Júnior e esvaziaria a articulação de Cássio para indicar o vice do prefeito. 
 
 
 
 
 
com Dércio)