Brasileiros pagam duas vezes mais pela internet móvel

Brasileiros pagam duas vezes mais pela internet móvel

Ter acesso móvel à internet não é para qualquer um no Brasil. Os consumidores do País pagam até duas vezes mais caro pela internet rápida no celular do que os de países ricos, informam dados da UIT (União Internacional de Telecomunicações), divulgados pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta-feira (27).

O preço da internet é um dos obstáculos apontados pela UIT para conectar as 4 bilhões de pessoas que ainda não são consideradas “offline”. De acordo com a organização, a assinatura de 1 GB de internet no celular chega a custar até US$ 29,5 (cerca de R$ 93), levando em conta a paridade de poder de compra. A média da internet nessas condições em países ricos é de US$ 16,3 (cerca de R$ 51) contra US$ 30,1 (cerca de R$ 95) do resto do mundo.
A TeleBrasil comenta que o índice da UIT não deve ser o valor aplicado realmente. A União Internacional de Telecomunicações afirma que usa os preços de tabela em todo o mundo, incluindo no Brasil. A TeleBrasil ainda informa que deve ser levada em consideração a alta taxa de carga tributária do País na comparação entre serviços de outros países.

De acordo com dados de agências da ONU, apesar da grande expansão da rede de internet mundial, 55% das pessoas continuam sem acesso no mundo. De acordo com o porta-voz da UIT, Houlin Zhao, os valores de internet são desproporcionais quando comparados com a renda dos mais pobres.

 

 

 

 

R7