Brasil tem 50 mil casos de estupros por ano; Roraima lidera ranking

Brasil tem 50 mil casos de estupros por ano; Roraima lidera ranking

No ano de 2013, 50.320 casos de estupro (incluindo homens e mulheres) foram registrados pela polícia em todo país, segundo dados do 8º Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta terça-feira (11) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O número é um pouco maior que o registrado no ano anterior, quando foram computados 50.224 estupros.

Mesmo com a alta no número absoluto, a taxa de estupros caiu de 25,9 para 25 por cada 100 mil pessoas no ano passado.

Além dos casos consumados, o número de tentativas de estupro também cresceu e, em 2013, chegaram 5.931 --média de 2,9 por cada 100 mil.

O levantamento faz uma consideração, que agrava ainda mais as estatísticas: "apenas 35% das vítimas costumam relatar o episódio às polícias, segundo pesquisas internacionais. Assim é possível que o Brasil tenha convivido no ano passado com cerca de 143 mil estupros."

O Estado com maior taxa de estupros é Roraima, onde 66,4 casos por grupo de 100 mil pessoas. Depois vêm Mato Grosso do Sul (48,7), Rondônia (48,1), Amapá (45,4), Santa Catarina (44,3) e Acre (44,3). Goiás apresenta a menor a taxa com 6,8.

Para os especialistas do fórum, existe uma banalização do crime no país, como revelam os números.

"Os dados do fórum reforçam que o país convive com taxas absurdas, que naturalizam mais de 53 mil crimes violentos letais e 50 mil estupros registrados. Isso para não falar nas constantes ameaças do crime organizado", diz o documento.