Brasil marca nos acréscimos e bate Peru no sufoco em estreia

Brasil marca nos acréscimos e bate Peru no sufoco em estreia

A estrela de Dunga é gigantesca. Foi de um jogador colocado por ele em campo no segundo tempo que saiu o gol da dramática vitória da Seleção Brasileira neste domingo, diante do Peru, no Estádio Municipal Germán Becker, em Temuco, no Chile. Depois de levar “gol-relâmpago” após erro bizarro de David Luiz com Jefferson logo no início e de empatar na sequência com Neymar, o Brasil precisou jogar mais 86 minutos até conquistar no sufoco um triunfo por 2 a 1. Coube a Douglas Costa, que substituiu Diego Tardelli no segundo tempo, anotar o gol salvador do Brasil aos 46min do segundo tempo.

Disputado em um gramado perfeito e que estava molhado por causa da chuva, o confronto apresentou velocidade absurda até os 20min. Brasil e Peru trocavam ataques sem cerimônias, e Neymar só não virou a partida porque Zambrado salvou de maneira incrível em cima da linha. Do outro lado, Guerrero era o mais ativo e infernizava David Luiz e Miranda com movimentação constante. O ritmo só caiu nos 15 minutos finais.

O segundo tempo não teve início avassalador, como o primeiro. E também não foi tão bom para o Brasil. Sentindo falta de Philippe Coutinho, que, lesionado, foi substituído por Fred no time titular, os comandados por Dunga pouco conseguiram criar depois do intervalo. Só a individualidade de Neymar parecia capaz de assustar os peruanos – como aconteceu aos 7min, quando ele acertou o travessão de Gallese.

 A seleção do Peru conseguiu fazer jogo equilibrado com os pentacampeões mundiais. Porém, novamente Neymar apareceu, desta vez aos 46min, e serviu Douglas Costa. O atacante balançou as redes e salvou a Seleção Brasileira de um tropeço logo na estreia da Copa América.
 
Com o resultado, o Brasil somou os seus três primeiros ponto e, agora, ocupa a liderança do Grupo C da Copa América. No outro jogo do grupo, a Venezuela surpreendeu e venceu a Colômbia por 1 a 0 , tornando-se a vice-líder da chave pelo número de gols marcados. A Seleção Brasileira volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h (de Brasília), diante da Colômbia. Já o Peru desafia os venezuelanos um dia depois, às 20h30.
 
 
 
 
Terra