Brasil goleia a Bolívia

Brasil goleia a Bolívia

Neymar não ficará com a delegação brasileira depois de receber o segundo cartão amarelo e ficar suspenso para enfrentar a Venezuela, na terça-feira, em Mérida. Antes mesmo da vitória por 5 a 0 sobre a Bolívia, a comissão técnica planejava liberar jogadores que não pudessem participar do próximo jogo. Além do atacante do Barcelona, um quinteto estava por um cartão de ter que cumprir suspensão: Daniel Alves, Miranda, Filipe Luís, Giuliano e Lucas Lima. Todos passaram ilesos em Natal, e continuam à disposição de Tite.

Neymar Brasil x Bolívia (Foto: Alexandre Lago/GloboEsporte.com)Neymar deu as cartas em mais uma vitória da Seleção (Foto: Alexandre Lago/GloboEsporte.com)

 

Entretanto, Neymar deixa o hotel com uma recomendação: descansar. Não foi exatamente o que ele fez na primeira vez em que passou por essa situação, no último mês de março. Após ser advertido no empate por 2 a 2 com o Uruguai, em Recife, o atacante foi dispensado e, enquanto o grupo treinava para encarar o Paraguai, em Assunção, surgiu em fotos e vídeos curtindo a noite na cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina.

Neymar comemora gol pela Seleção contra a Bolívia (Foto: Pedro Martins/Mowa Press)A fera abriu o placar para o Brasil em Natal (Foto: Pedro Martins/Mowa Press)

– Falei com o Fábio (Mahseredjian, preparador físico), logicamente com o Tite, e nada mais justo do que ele voltar para casa e descansar. Ele está com 10 jogos seguidos, 16 se contarmos a Olimpíada, sempre jogando 90 minutos. A recomendação é descansar, ele tem numa carga muito grande de jogos. É um atleta consciente, está sempre se cuidando depois de treinos e jogos, sai tarde da fisioterapia – disse Edu Gaspar, coordenador da CBF que negou veementemente que o cartão amarelo de Neymar possa ter sido planejado para que ele não corresse o risco de ficar fora diante da Argentina, no jogo do próximo dia 10 de novembro:

– De maneira nenhuma. Estamos criando um relacionamento de bastante verdade, sinceridade.

Nesta sexta-feira, não é somente Neymar que está livre para fazer o que bem entender. Todos os jogadores da seleção brasileira estão de folga e terão que se apresentar somente para o jantar. Nesse ponto, vantagem para Neymar, que nem dará mais as caras até o encontro em Belo Horizonte, daqui a um mês, para encarar os argentinos.

O Brasil volta a treinar no sábado à tarde, novamente na Arena das Dunas. A viagem para Mérida, em voo fretado, está marcada para domingo.

 

 

Globo Esporte