Brasil fecha o 1.º dia da Paralimpíada com dois ouros

Brasil fecha o 1.º dia da Paralimpíada com dois ouros

O Brasil conquistou duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze no primeiro dia de competições da Paralimpíada do Rio. Os pódios do país vieram no atletismo e na natação.

Principal estrela da delegação brasileira, o nadador Daniel Dias subiu ao lugar mais alto do pódio na prova dos 200 m livre classe S5. O competidor da casa foi soberano na disputa no Estádio Aquático e chegou quase 11 segundos à frente do segundo colocado, o norte-americano Roy Perkins. O bronze ficou com Andrew Muller, da Grã-Bretanha.

Daniel, de 28 anos, agora acumula no currículo 16 medalhas paralímpicas: 11 de ouro, quatro de prata e uma de bronze. “Sempre tive o sonho de representar o Brasil aqui dentro do país. Meu objetivo é dar meu máximo a cada dia aqui e consegui isso. Estou muito feliz com meu desempenho”, declarou o campeão.

E a coleção do recordista verde-amarelo vai aumentar. Ele ainda nada outras oito provas na Rio-2016.

Já Ricardo Costa sentiu o gosto da vitória pela primeira vez. Em sua primeira Paralimpíada, o sul-mato-grossense garantiu o ouro no salto em distância T11, para cegos.

Ele atingiu 6,52 m em seu último salto, deixando para trás o norte-americano Lex Gillete (6,44 m). “Aceitei minha deficiência e, a partir disso, as coisas vieram ao meu favor. Antes de conhecer o esporte, me via muito isolado. Não saia de casa, mas o esporte me trouxe para vida”, exaltou.

Também no atletismo, Odair Santos ficou com a prata nos 5.000 m T11. O bronze brasileiro do dia, por sua vez, foi do nadador Italo Pereira nos 100 m costas S7.
 
MaisPB com Gazeta do Povo