Bovespa vira passa a cair nesta segunda-feira

Bovespa vira passa a cair nesta segunda-feira

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) passou a cair após passar a manhã operando em alta nesta segunda-feira (5), depois de terminar a última semana no maior patamar em dois anos.

Segundo a Reuters, os negócios têm como pano de fundo a cena externa favorável, embora sem o referencial de Wall Street em razão de feriado nos Estados Unidos, que deve afetar a liquidez do pregão brasileiro. A alta perdeu fôlego à tarde, com JBS entre as maiores pressões negativas.

Às 15h17, o Ibovespa, principal indicador da bolsa, caía 0,07%, aos 59.468 pontos. Veja a cotação.

Perto do mesmo horário, as ações preferenciais da Petrobras subiam quase 2% e as ordinárias, quase 3%. Já a Vale tinha alta de mais de 1%.

Siderúrgicas como Usiminas e Gerdau tinham mais uma sessão de alta.

Na outra ponta, JBS liderava as baixas, com recuo de quase 4%, após a Polícia Federal deflagrar nesta segunda-feiraoperação para investigar suspeita de fraude em fundos de pensão de estatais, que incluiu condução coercitiva de Wesley Batista, presidente-executivo da companhia e um dos sócios controladores da J&F, holding detentora da JBS.

 

Cenário externo e local
No exterior, a percepção de uma possibilidade menor de alta iminente dos juros norte-americanos e dados melhores sobre o setor de serviços da China davam suporte a ativos de risco, como é o caso das ações brasileiras, destaca a Reuters.

 

Do Brasil, desdobramentos no campo político, particularmente sobre o posicionamento da base aliada, seguem no radar, com o mercado na expectativa de medidas efetivas visando a retomada do crescimento e o controle das contas públicas.

 

Último fechamento
Na última sexta-feira, o Ibovespa fechou em alta de 2,37%, aos 59.616 pontos – maior nível desde 5 de setembro de 2014. Na semana, o índice subiu 3,3%.

 

 

Nova carteira do Ibovespa
 A BM&FBovespa divulgou nesta segunda a nova carteira de ações do Ibovespa, que irá vigorar até 29 de dezembro. Pela nova composição, o principal índice da Bovespa terá 58 ativos de 55 empresas. A principal mudança é a saída do papel "Cesp PNB".
 
Os cinco ativos com maior peso na composição do Ibovespa são: Itauunibanco PN (10,594%), Ambev S/A ON (8,588%), Bradesco PN (7,955%), Petrobras PN (5,523%) e Petrobras ON (4,268%).
 
Para efeito de comparação, os papéis que tinham o maior peso na carteira anterior eram: Itauunibanco PN (10,457%), Ambev S/A ON (8,486%), Bradesco PN (7,648%), Petrobras PN (4,561%) e BRF SA (4,187%).
 
 

 

G1