Boate é interditada pela Promotoria de Justiça, por motivos de segurança no Vale do Piancó

Boate é interditada pela Promotoria de Justiça, por motivos de segurança no Vale do Piancó
O histórico e único ponto de encontro da juventude de Conceição nos finais de semana está fechado. A interdição da Usec foi determinada pelo Ministério Público depois da constatação de que a boate funcionava irregularmente, ou seja, fora dos padrões de segurança.
 
A medida partiu do promotor Pedro Henriques e já passa a vigorar a partir do próximo final de semana. Para voltar a funcionar, a boate precisa cumprir várias exigências: necessita de licenciamento da Sudema (Superintendência de Administração do Meio Ambiente) e do corpo de bombeiros, além de alvará de funcionamento expedido pela Prefeitura.
 
Como fiscal da lei, o promotor também determinou a proibição de mesas e cadeiras para comercialização de bebidas nas calçadas e vias públicas da cidade, o que atingiu em cheio o comércio de bares, especialmente na Praça da Matriz, onde funcionam os espetinhos.
 
A proibição causou tanto impacto na cidade, especialmente entre os comerciantes de bebida, que se dizem prejudicados, que a Câmara Municipal realizou uma audiência pública nesta quarta-feira, 22, para discutir o assunto: os vereadores querem que o Ministério Público dê um prazo para os comerciantes se adequarem à portaria.
 
“Com a Usec fechada e os espetinhos e os brinquedos infantis sem poder funcionar na praça, Conceição vai ficar uma cidade morta no final de semana”, lamentou o vereador Vicente Ramos, que participou da audiência pública e acredita em uma saída consensual para o impasse.
 
Fonte: Fonte Folha do Vale.