Blocão se reúne nesta quinta e deve definir candidato da oposição

Blocão se reúne nesta quinta e deve definir candidato da oposição

O blocão (PT/PSC/PP) volta a se reunir para tratar sobre as eleições nesta quinta-feira (27). De acordo com o deputado Anísio Maia (PT), lideranças das três legendas como o presidente do PT, Charliton Machado, Rodrigo Soares (PT), deputada Daniela Ribeiro (PP), presidente do PP, Enivaldo Ribeiro, deputado Leonardo Gadelha (PSC) e o presidente do PSC, Marcondes Gadelha já confirmaram presença.

Anísio Maia informou que o objetivo do encontro é rediscutir o lançamento de candidatura a governador. Segundo ele, a possibilidade da candidatura do senador Cássio Cunha Lima ao Governo, muda a estratégia do blocão.

Antes, ele defendia que cada partido que fizesse oposição ao governador Ricardo Coutinho (PSB) tivesse uma candidatura própria no primeiro turno e apenas no segundo, as forças se unissem. Agora, para Anísio Maia, o quadro mudou e o grupo deve alterar sua estratégia formando uma aliança entorno de um único candidato que represente a oposição. Além dos partido do blocão, ele defende que o PMDB e o PROS, que se declaram oposição marchem juntos no primeiro turno.

“O PT defendia que cada partido de oposição tivesse um candidato. Antes tínhamos apenas a candidatura de Ricardo, agora temos a de Cássio também. A conjuntura mudou, porque o governismo tem duas candidaturas agora. Cássio e Ricardo defendem o mesmo projeto. Agora temos que unir todas as oposições, para lançar um candidato, chegar ao segundo turno”, explicou.

Ele confirmou que após a reunião o PMDB será procurado. “O PMDB é um partido aliado, o que não aceitamos e não continuaremos aceitando é imposição de nomes. Queremos discutir, apresentar nomes e escolher o melhor. Cada partido deve apresentar sua proposta”.

Anísio destacou que a pré-candidatura ao Governo da advogada Nadja Palitot (PT) está mantida, assim como, a do deputado Leonardo Gadelha. Na reunião, segundo ele, o PT e o PSC esperam, que o PP apresente, por fim, o nome escolhido para representar o partido, ou dê o aval entre os dois colocados já postos.