Bira diz que ‘colocar em xeque’ pré-candidatura do PMDB pode ser prejudicial para o próprio PT

Bira diz que ‘colocar em xeque’ pré-candidatura do PMDB pode ser prejudicial para o próprio PT

O vereador  licenciado e pré-candidato a deputado federal, Ubiratan Pereira, o Bira (PT), ratificou a decisão do partido nacionalmente ao destacar que na Paraíba o PT deve, em primeiro plano, ser palanque para a reeleição de Dilma e em seguida a pré-candidatura do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB), que conta com a pré-candidatura do presidente do PT de João Pessoa, Lucélio Cartaxo.

Para o petista, o cenário tem que ser prioritário e não pode estar colocando em cheque e fragilizando a candidatura do PMDB. Ele comentou que esse tipo de atitude também é prejudicial para o PT. Referindo-se às especulações a  respeito da possibilidade de aliança entre PMDB e PSB.

“O PT retirou a candidatura própria de Nadja Palitot e colocou o nome de Lucélio para compor a majoritária. Isso está definido, não tem mais volta”, garante.

Agora, para o vereador, os partidos devem se unir e fazer com que o candidato do PMDB ganhe capilaridade.

Em reunião nesta quinta (19), com a executiva nacional, os petistas definiram o apoio à reeleição da presidente e a aliança majoritária. A questão que está colocando em xeque a aliança, que é a proporcional, foi deixada para última hora. Até o dia 30, a indecisão deve continuar.

 


Marília Domingues