‘Berço de Lula’: Garanhuns pede desculpas ao Brasil

‘Berço de Lula’: Garanhuns pede desculpas ao Brasil

Em Garanhuns, município a 27 quilômetros distante de Caetés, cidade natal do ex-presidente Lula, o protesto em nome dos moradores da região no Agreste de Pernambuco “pediu desculpas ao Brasil pelo filho corrupto”, neste domingo (13). Segundo a Polícia Militar, 250 a 300 pessoas participaram da manifestação, que também pediu o impeachment da presidente Dilma Rousseff, a prisão de Lula e apoiou as ações do juiz Sérgio Moro. Os organizadores não informaram o número de pessoas presentes.

Ainda conforme a PM, a concentração da população aconteceu no Relógio de Flores, às 10h, e por volta das 11h30 saiu em caminhada até a prefeitura de Garanhuns. O protesto foi encerrado pouco depois das 13h.

Os manifestantes estavam a pé, em carros, motos e bicicletas. Vestidos de verde e amarelo, alguns com rostos pintados nas mesmas cores, crianças, adultos e idosos levaram às ruas de Garanhuns cartazes que continham dizeres como “Lula na cadeia”, “Fora corruPTos”, “Viva o juiz Sérgio Moro”, “Acorda Brasil! Vem pra rua!”, “Bem aventurada é a nação cujo Deus é o senhor”, “Golpe é uma quadrilha travestida de partido político quebrar o Brasil”, “Fora Dilma: Lula nunca mais”, “A justiça engrandece a nação” e “Verás que um filho teu não foge à luta”, entre outros.

Crianças também participaram de protesto em Garanhuns (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Crianças também participaram de protesto em Garanhuns (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Policiais militares estiveram presentes em uma operação de segurança realizada durante toda a manifestação em Garanhuns. De acordo com a PM, não houve nenhum registro de ocorrência policial durante o ato público.

Manifestantes apoiaram o juiz Sergio Moro e se declararam contra a corrupção (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Manifestantes apoiaram o juiz Sergio Moro e se declararam contra a corrupção (Foto: Divulgação/Polícia Militar
Verde e amarelo foram cores predominantes na manifestação em Garanhuns (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Verde e amarelo foram cores predominantes na manifestação em Garanhuns (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
 
 
 
 
 
 
 
 
G1