Bebê é oferecido em anúncio na web, e polícia investiga caso

Bebê é oferecido em anúncio na web, e polícia investiga caso
O caso de uma bebê recém-nascida de Manaus que teria sido oferecida no site de compra e venda pela internet OLX está sendo investigado pela Polícia Civil no Amazonas. O anúncio foi publicado no último sábado (5).
 
Segundo a assessoria da Polícia Civil, a mãe da criança alega que a conta dela no site de vendas foi hackeada. Na manhã desta quarta-feira (9), a publicação aparecia como inexistente.
 
De acordo com a delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Juliana Tuma, a mãe, que está de resguardo, ainda não prestou esclarecimentos sobre o caso.

 

Conforme a ocorrência registrada na polícia, o número do celular divulgado na publicação seria de uma amiga da mãe da menina. A mulher teria comunicado o caso à família após receber diversas ameaças. A foto da criança teria sido retirada de um grupo de WhatsApp.

A delegada Juliana Tuma informou ainda, por meio da assessoria de comunicação, que as informações divulgadas passam por perícia para "posteriores procedimentos que irão identificar o responsável pelo anúncio".

Segundo Juliana, a ação criminosa se encaixa no crime previsto no artigo 238 do Código Penal, que prevê reclusão de um a quatro anos e multa para quem prometer ou efetivar a entrega de filho a terceiro, mediante recompensa.

 

A OLX informou, por meio a assessoria, que assim que identificou o anúncio indevido removeu imediatamente de sua plataforma.
 
A empresa comunicou que repudia esse tipo de conteúdo e que o caso mencionado viola nossos Termos e Condições de Uso.

 

"A OLX coloca-se à disposição das autoridades para colaborar no que for necessário e informa que disponibiliza um botão de denúncia em todos os anúncios. Recomendamos que quando os usuários verificarem a existência de anúncios que apontem para práticas irregulares ou conteúdos indevidos, denunciem o conteúdo no próprio site ou entrem imediatamente em contato com a equipe de atendimento ao cliente da OLX, para que a empresa investigue o anúncio e tome as medidas necessárias", comunicou.

 

 

 

G1