Bebê de 3 meses morre vítima de asfixia, no Vale do Piancó

Bebê de 3 meses morre vítima de asfixia, no Vale do Piancó

Foi sepultado na manhã desta quarta-feira, 24, em Itaporanga (PB), possivelmente vítima de asfixia alimentar, um bebê de apenas três meses de vida. O sepultamento aconteceu no cemitério local.

 

De acordo com informações do delegado Glêberson Fernandes, a mãe da criança teria a amamentado e logo depois a colocou para dormir, porém esta ação pode ter provocado a asfixia, já que as orientações dão conta de que devesse fazer com que a criança arrote antes de dormir, para que não haja o acumulo de resíduos na garganta do bebê.

Desesperada, ao notar que a criança estava ficando roxa, a mãe, uma jovem, a colocou nos braços e rapidamente se dirigiu ao Hospital Distrital de Itaporanga (HDI), porém a criança já chegou sem vida ao hospital. Os pais do bebê são dois jovens, que não moram juntos, e esse era o primeiro filho deles.

O médico plantonista não pode dar o atestado de óbito, pois a criança faleceu ainda fora das dependências do hospital. Com isso, os pais da criança tiveram que se deslocar até um cartório da cidade, juntamente de duas testemunhas, para atestar a causa da morte da criança. Mas antes disso, foi preciso fazer a certidão de nascimento da criança, já que a mesma ainda não tinha o registro de nascimento.

Ainda conforme informações do delegado, não foi necessário instaurar inquérito para investigar o caso, já que é mais que evidente que a mãe da criança não teve a intenção de provocar a morte de seu filho. 

 

 

 

 

 

Fonte: Diamante Online