Bebê come fezes para viver após morte de avó

Bebê come fezes para viver após morte de avó

Uma bebê de sete meses sobreviveu sozinha por quatro dias, dentro da própria casa, após a avó ter morrido em Itapoã, no Distrito Federal. Nikolly Maria Landim foi encontrada desidratada e se alimentava de suas fezes.

Os vizinhos sentiam um forte mau cheiro vindo de dentro da casa. A dona do imóvel, França Ramos da Costa, percebeu que algo de estranho estava acontecendo.

França pediu ao marido para olhar se o odor vinha da fossa que ficava do lado de fora da residência.

— Falei para o meu marido ver se era a fossa, mas o cheiro não vinha de lá.

A avó e a criança foram encontradas por volta das 12h pelos vizinhos. De acordo com populares, a bebê estava “amarelinha”. Nikolly se alimentava de seus próprios excrementos para sobreviver.

A bebê foi levada pelo Corpo de Bombeiros para o hospital regional do Paranoá. De acordo com os médicos, o estado de saúde da criança era estável e ela foi liberada em seguida.

Nikolly ficava com a avó enquanto a mãe trabalhava como empregada doméstica e morava no local de trabalho, em outra cidade.

 

 

R7