Banco Central vai manter juros perto de zero 'por muito tempo'

Banco Central vai manter juros perto de zero 'por muito tempo'

Benoit Coeure, membro da comissão executiva do Banco Central Europeu, garante que a autoridade monetária vai manter a taxa de juro de referência da Zona Euro nos atuais níveis por muito tempo, sendo que se surgirem riscos de criação de bolhas nos mercados, tal será combatido com outros instrumentos de política monetária.

"Penso que temos sido claros ao afirmar que que as taxas de juro vão permanecer muito baixas, muito perto de zero, por um período muito prolongado de tempo", afirmou Coeure numa conferência em França, deixando claro que esta política monetária será mantida  "independentemente dos desenvolvimentos no resto do mundo".

A Fed e o Banco de Inglaterra, que há vários anos mantêm os juros perto de zero, indicaram recentemente que irão subir os juros em breve, enquanto o Banco central Europeu só em Junho colocou a taxa de juro no mínimo histórico de 0,15%. "Devemos esperar uma divergência entre a política monetária seguida na Zona Euro e nos Estados Unidos e Reino Unido, onde os juros irão subir", disse Coeure.

O responsável do BCE acrescentou que "temos que ter cuidado com os riscos de bolhas" nos mercados financeiros, que podem ser causados por um longo período de juros baixos,  mas "se tal acontecer não iremos subir os juros", utilizando antes "outros instrumentos que temos ao nosso dispor".

O Banco Internacional de Pagamentos (BIS, na sigla em inglês), tinha alertado recentemente que os juros reduzidos nas principais economistas representava um risco para a economia mundial, pelo facto de potenciar o surgimento de bolhas. Mario Draghi do BCE e Janet Yellen da Fed afastaram a possibilidade de subir juros devido a este risco.

 

Jornal de Negócios