Bancários paraibanos podem definir greve hoje à noite

Bancários paraibanos podem definir greve hoje à noite

Bancários paraibanos realizam nesta quinta-feira (1º), às 19h, assembleia geral na sede da categoria em João Pessoa, para avaliar a proposta de reajuste de 5,5% no salário, também na PLR e nos auxílios refeição, alimentação, creche e abono de R$ 2.500,00, feita pela da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na rodada de negociação do dia durante a rodada de negociação de sexta-feira (25), em São Paulo.

A direção do Sindicato dos Bancários da Paraíba consideram a proposta indecente e ameaçam entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia seis de outubro.

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques criticou a postura mesquinha dos banqueiros e reforçou o convite aos bancários para participarem ativamente da assembleia, destacando que exploração não tem perdão.

 

"Todos os anos os banqueiros nos empurram para a greve, que é a única arma que temos para fazer valer os nossos direitos. Assim sendo, uma vez que os bancos se negam a nos conceder um reajuste de 16%, que inclui 5,7% de ganho real, além de buscarem o engodo do abono pecuniário, vamos ao confronto, paralisando as atividades nesta terça-feira, 6 de outubro", concluiu.

 

 

 

 

Click PB