Bancários deflagram greve por tempo indeterminado e criticam bancos: 'crise não é desculpa'

Bancários deflagram greve por tempo indeterminado e criticam bancos: 'crise não é desculpa'

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, comentou em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, nesta segunda-feira (05), que a Assembleia que será realizada na noite de hoje é apenas para organizar a greve, pediu ganho real no salário e destacou: “crise não é desculpa”.

“Os bancos estão nos empurrando os bancários mais um ano para a greve e com uma novidade que quer retroceder de todos os anos anteriores que é oferecer o abono. Há muito tempo rompemos com essa política, eram tempos tenebrosos, o bancário recebia um salário achatado então os bancários se revoltaram queremos reposição salarial, ganho real, uma política de acompanhamento já que nos últimos anos não se discutiu contratação, política de segurança, saúde... a proposta foi muito ruim e estaremos em greve a partir de amanhã”, destacou.

A paralisação será por tempo indeterminado, ele pediu compreensão de toda a sociedade e apontou que espera que as pessoas possam fazer suas transações financeiras hoje. Henriques também destacou que a greve pede mais contratações, pois os servidores estão se aposentando o banco não repõe, apontou.

O presidente também afirmou que a Assembleia de hoje será apenas organizativa, pois não há perspectiva de proposta dos bancos. “Estamos abertos a qualquer proposta, mas prontos para negociar”.

“Há muito tempo que os bancos vêm querendo tirar o ganho real, não aceitamos, não existe crise no sistema financeiro, cada vez os bancos ganham mais. Ganharam 27% a mais que ano passado, crise não é desculpa, banco não perde nem em tempo bom nem em tempo ruim, e a greve vai ser deflagrada”, concluiu. 

 

 


Marília Domingues / Fernando Braz