Bancada Federal paraibana se reúne com direção da FIEP

Bancada Federal paraibana se reúne com direção da FIEP
A Federação das Indústrias da Paraíba promoveu nesta segunda, em João Pessoa, uma reunião com a representação federal paraibana no Congresso Nacional com o intuito de traçar prioridades para a atuação parlamentar em prol do desenvolvimento econômico paraibano.  O ponto central da discussão foi com relação ao posicionamento da bancada sobre a PEC 31/2007 que altera o Sistema Tributário Nacional e unifica a legislação do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias.

 

Presente ao encontro, o senador Cássio Cunha Lima reiterou que o seu posicionamento sempre será seguindo às orientações dos setores produtivos e do próprio governo do Estado, “ainda durante a campanha eleitoral fiz questão de consultar, através de mensagem, o governador Ricardo Coutinho para que o Estado indique o seu posicionamento nesta questão que envolve diretamente o desenvolvimento econômico da Paraíba”, disse.

 

“O Senado também tem discutido esse tema e a minha posição em todos os encontros de líderes com o presidente Renan Calheiros, é que não votaremos nada enquanto a Câmara Federal votar os fundos de repatriação”. O senador lembrou que a Paraíba tem uma lembrança muito ruim da “Lei Kandir” que prejudicou demais a economia do Estado que até os dias de hoje.

 

Outro ponto bastante discutido na reunião foi a questão da ferrovia Transnordestina que não beneficia o Estado, apesar dos insistentes apelos feitos por todos os parlamentares do Estado. “É preciso que o Governo Federal pague a dívida histórica que tem com a Paraíba e de fato, a implantação de um ramal Transnordestina para o nosso Estado é um importante começo para quitar essa dívida”.

 

Além do senador Cássio Cunha Lima, estiveram presentes à reunião com a direção da FIEP, presidida por Francisco Buega Gadelha, os deputados federais, Manoel Junior e Hugo Motta, do PMDB; Rômulo Gouveia (PSD); Wilson Filho (PTB), Pedro Cunha Lima (PSDB) e Efraim Filho (DEM). Cássio justificou as ausências dos senadores Raimundo Lira e José Maranhão, ambos do PMDB e deixou claro que neste tema, os senadores paraibanos têm posicionamentos idênticos em defesa do desenvolvimento social e econômico do Estado.

 

Assessoria