Autoridades lamentam morte de Coronel Chaves: ‘tinha um relacionamento respeitoso e amigo’, disse o governador

Autoridades lamentam morte de Coronel Chaves: ‘tinha um relacionamento respeitoso e amigo’, disse o governador

Já está sendo velado no Palácio da Redenção, o corpo do coronel Fernando Chaves, chefe da Casa Militar do Governo do Estado, que morreu na madrugada desta quarta-feira (27) vítima de um acidente de trânsito no Sertão do Estado.

Várias autoridades Civis e Militares estão acompanhando o velório do oficial, além de amigos, parentes e a população em geral. O governador Ricardo Coutinho chegou por volta das 18 horas no Palácio da Redenção. Visivelmente abalado, ele disse que o coronel Chaves era uma pessoa de ‘relacionamento respeitoso e amigo”.

Ricardo Coutinho lembrou ainda que o coronel Chaves sempre assumiu com determinação e responsabilidade todos os cargos que ocupou a frente da Polícia Militar. “Ele gostava daquilo que fazia e tinha um amor tremendo pela Corporação, era a sua segunda casa”, lembrou RC ao destacar que a PM perdeu um dos seus grandes comandantes. 

O comandante Geral da PM, coronel Euller Chaves disse que a Paraíba e a Polícia Militar perderam uma grande liderança. “ Era pessoa amiga e respeitada por todos ”, lembrou Euller ao garantir que ele receberá todas as honras militares.

O comandante do Batalhão em Campina Grande, coronel Lívio Sérgio Delgado lembrou que o coronel Chaves era uma pessoa ovacionada pelos seus comandados e admirados por todos pela sua lealdade e determinação em ajudar a todos aqueles que o procuravam. “Ele tinha um coração enorme” destacou o comandante.

O coronel Carlos Américo também esteve presente ao velório do coronel Chaves e também lamentou a morte do companheiro. “Não tenho dúvidas de que a corporação vai sentir muito a falta desse homem que, na sua simplicidade, sempre procurou ajudar as todas pessoas e lutava incessantemente por melhorias na corporação.

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Romero Marcelo lamentou a morte do coronel Chaves e lembrou a sua dedicação e respeito pela corporação e a sua altivez e determinação quando esteve a frente de vários postos de comando da Polícia Militar. “Era um oficial e um ser humano completos”, resumiu.

O sepultamento do coronel Chaves está marcado para as 15 horas desta quinta-feira (28) cemitério Parque das Acácias, no conjunto José Américo, em João Pessoa.

 


Paulo Cosme