Audiência Pública debate medida que determina mudanças em Areia Vermelha

Audiência Pública debate medida que determina mudanças em Areia Vermelha

A Assembleia Legislativa da Paraíba realizou nesta segunda-feira (16) uma Audiência Pública, no âmbito da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente, para debater o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que proíbe a comercialização de bebidas e alimentos e embarcações de propulsão motora no Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha.

A Audiência foi uma proposição do deputado Ricardo Barbosa e teve como objetivo iniciar uma discussão de forma ampla sobre o assunto, do ponto de vista turístico e econômico. "Areia Vermelha é conhecida mundialmente e é necessário um estudo para comprovar que a presença dessas embarcações prejudicam o local", ponderou.

O parlamentar ressalta ainda que essa Audiência Pública é o primeiro passo na discussão do assunto e que um novo debate será feito, nos próximos dias, na Casa de Epitácio Pessoa. "Precisamos ouvir o maior número de pessoas envolvidas, que vivem daquele ponto turístico, para, a partir daí, buscar diálogo e equilíbrio nas medidas anunciadas", salientou.

Bernardo Cantinho, comodoro do Iate Clube da Paraíba, destacou que todas as pessoas que trabalham em Areia Vermelha foram surpreendidas com a decisão, e isso pode afastar a população de um dos cartões postais da Paraíba. "Não se pode avaliar a índole de quem frequenta Areia Vermelha pelo transporte utilizado para ir até a ilha", questionou.

O debate contou ainda com a presença representantes da Associação Náutica da Paraíba, da Associação dos Comerciantes de Areia Vermelha, e de diversas pessoas que trabalham diariamente no transporte de turistas ou no comércio de bebidas e alimentos na ilha.  

O TAC assinado no último dia 12 entre o Ministério Público da Paraíba, a Secretaria de Meio Ambiente, Pesca e Aquicultura de Cabedelo e Secretarias de Turismo e Meio Ambiente do Estado, além de órgãos ambientais. O documento, que deverá ser cumprido no próximo 60 dias, foi assinado com o intuito de antecipar o Plano de Manejo do Parque para garantir a preservação do local.

 

 

 

Assessoria