Atacante Hulk vai ser o 4º paraibano a jogar uma Copa do Mundo

Atacante Hulk vai ser o 4º paraibano  a jogar uma Copa do Mundo

O atacante Hulk, do Zenit, vai ser o quarto jogador paraibano a jogar uma Copa do Mundo. O atleta foi convocado nesta quarta-feira pelo técnico Luiz Felipe Scolari e se junta a um seleto grupo formado também pelo meia Mazinho, o lateral-esquerdo e meia Junior e o atacante Índio. Desta lista, Mazinho é o único campeão do mundo (1994), Junior, o único que participou de duas edições de Copa (1982 e 1986), e Índio foi o pioneiro deles (1954).

A lista, inclusive, tem algumas curiosidades. O atacante Índio, por exemplo, jogou a Copa do Mundo de 1954 na Suíça. Foi titular em uma única partida, justamente na derrota brasileira para a Hungria, por 4 a 2, que eliminou o Brasil do Mundial.

Apesar de ter participado da Copa de 54, Índio, que atuou no Flamengo, ficou famoso mesmo pelo gol que marcou em 13 de abril de 1957, contra o Peru, no Estádio Nacional de Lima. O jogo terminou em 1 a 1, e o placar acabou sendo essencial para a classificação brasileira para a Copa de 1958. Isso porque, no jogo de volta no Maracanã, em 21 de abril, o Brasil venceu por 1 a 0 e se classificou graças ao empate fora de casa. 

Herói da classificação para a primeira Copa do Mundo que o Brasil venceu, contudo, Índio acabou não viajando para a Suécia e ficou de fora do time campeão.

Depois de Índio, a Paraíba esperou 28 anos para ter um novo representante na Seleção. O lateral-esquerdo da Copa de 1982 era o flamenguista Junior, natural de João Pessoa. Ele foi titular absoluto daquele time e autor de um belo gol contra a Argentina, que eliminou os hermanos, e participou da Tragédia de Sarriá, quando o Brasil perdeu por 3 a 2 da Itália, que pôs fim ao sonho do tetra naquele ano. Em 1986, ele voltou a participar da Copa, mais uma vez tendo Telê Santana como treinador.

O último antes de Hulk a jogar uma Copa foi o meia Mazinho, ídolo de Vasco e Palmeiras, que se tornou campeão do mundo em 1994. Ele começou a Copa como reserva, mas entrou no segundo tempo na estreia, contra a Rússia; e no terceiro jogo, contra a Suécia. Tornou-se titular a partir do confronto contra os Estados Unidos, nas oitavas de final, e não perdeu mais a vaga até o título.

Hulk foi convocado agora por Felipão depois de um hiato de 20 anos. Nesse meio tempo, o atacante Marcelinho Paraíba chegou a despontar como um possível nome do próprio Felipão para a Copa de 2002, quando jogou as eliminatórias um ano antes e fez até gol contra o Paraguai, mas depois perdeu espaço e ficou fora da competição do ano seguinte. 

O atacante do Zenit vem sendo convocado desde a época de Dunga, mas não jogou a Copa de 2010. Foi lembrado também por Mano Menezes e virou titular com Felipão. Ao todo, são 33 jogos pela Seleção. Ficou com a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, foi campeão da Copa das Confederações em 2013 e agora vai para a Copa de 2014.

Fonte: Globo Esporte