Assembleia Legislativa realiza audiência pública em Patos sobre alternativas para questões hídricas na região

Assembleia Legislativa realiza audiência pública em Patos sobre alternativas para questões hídricas na região

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou na noite desta segunda-feira (4), em conjunto com a Câmara Municipal de Patos, audiência pública na "Casa Juvenal Lúcio de Sousa" onde foi debatida a questão hídrica na região das Espinharas. O presidente da ALPB, Adriano Galdino, foi representado por seu chefe de gabinete Amaro Neto. Participaram da reunião de trabalho os deputados Jeová Campos, presidente da Frente Parlamentar da Água, Nabor Wanderley, que presidiu a audiência, Janduhy Carneiro e Antonio Mineral.
 

A prefeita de Patos, Francisca Motta, o prefeito de Teixeira, Nego de Guri, a presidente da Câmara Municipal de Patos, vereadora Nadir Rodrigues, os vereadores Maurício Alves, Inácio de Gêlo, Diogo Ariano, Sales Júnior, Cláudia Leitão, Dr. Ivanes e Isis Karla, participaram do debate interagindo com os deputados e com populares representantes de associações comunitárias, além de secretários municipais.

O presidente da Frente Parlamentar da Água, Jeová Campos, salientou que é de fundamental importância que a Assembleia Legislativa receba o máximo de informações em cada região por onde passe na coleta de demandas.

Jeová Campos agradeceu aos participantes pelo conteúdo do debate e lembrou que a Frente não tem o poder de decisão, mas a Assembleia Legislativa está fazendo seu papel de como Casa do povo tentar construir instrumentos que minimizem os problemas da escassez d'água. “Não vamos resolver a questão, mas estamos, junto com a sociedade, debatendo um tema tão importante quanto urgente e é preciso nos unirmos", comentou. O deputado agradeceu ao presidente da ALPB, Adriano Galdino, pelo apoio que tem dispensado ao trabalho da Frente Parlamentar da Água.

O deputado Nabor Wanderley destacou a necessidade da Paraíba realizar um planejamento visando a construção de barragens, de adutoras, de cisternas, perfuração e instalação de poços. Além de ampla campanha que contribua com a conscientização da população no sentido de não desperdiçar água que está cada vez mais escassa.

De acordo com o deputado Janduhy Carneiro, os mananciais da Paraíba estão hoje com apenas 26% da capacidade total de acúmulo d'água. "A situação é extremamente preocupante em diversas regiões”, pontuou o parlamentar.

A prefeita de Patos, Francisca Motta, alertou que o terceiro eixo das obras do São Francisco será, de fato, a solução para o abastecimento dos mananciais de Patos e região e solicitou que os deputados estaduais, os deputados federais e o governo do estado devem unir força na luta diária pela concretização do referido eixo da transposição.

A presidente da Câmara Municipal de Patos, Nadir Rodrigues, afirmou que a Casa já fez campanhas de conscientização da população sobre o não desperdício de água e novas campanhas serão desenvolvidas. "Esta casa está aberta para os debates e agradecemos ao presidente da ALPB, Adriano Galdino, pela parceria na audiência que foi muito produtiva", pontuou.

O vereador Maurício Alves, autor da propositura, registrou que Patos e muitas cidades estão sofrendo com uma seca verde. "É urgente senhores deputados que tomemos medidas emergenciais, Patos, a segunda maior cidade do interior paraibano está passando por uma das crises mais sérias, o açude Boqueirão está com apenas 20% de sua capacidade", pontuou.

O gerente regional da Cagepa em Patos, Maciel Damasceno, fez um relato sobre as condições dos mananciais na região e contribuirá com o relatório da Frente Parlamentar da Água apresentando alternativas de fornecimento d'água através de um ramal da transposição do São Francisco a partir da adutora Pajeú, em Pernambuco.

A Assembleia Legislativa, por meio da Frente Parlamentar da Água, já realizou sete audiências públicas. Antes de Patos as reuniões de trabalho nas Câmaras Municipais aconteceram em Cajazeiras, Sousa, Campina Grande, Pombal, Monteiro e Itaporanga. Os integrantes da Frente também visitaram as obras do Canal Acauã-Araçagi, as obras da transposição de águas do Rio São Francisco, além de alguns açudes. Estão agendadas audiências em Esperança e Picuí na próxima sexta-feira (8) e em São Bento na segunda-feira (14).

 

 

 

Departamento de Jornalismo
Assembleia Legislativa da Paraíba